GIRO PELA EUROPA – AMSTERDAM

ESTÁ COM PLANOS DE IR À AMSTERDAM?

EU TROUXE DICAS FRESQUINHAS DE LÁ, NO MEU GIRO PELA EUROPA!

Amsterdam, capital da Holanda, é uma cidade fascinante. Organizada, muito bem estruturada, limpa, repleta de cultura (com diversos museus), tolerante no que diz respeito à religião, drogas e liberdades individuais, Amsterdam tem qualidades de sobra para ser um destino obrigatório em sua ida à Europa.

Dentre as dezenas de atrações turísticas existentes, a mais comum, e que se tornou um símbolo da cidade, é o passeio de bicicleta. Você vai se surpreender com a quantidade de bicicletas espalhadas pelas ruas. E o uso da magrela vai muito além da diversão, ela é o principal meio de transporte para mais da metade da população, tornando Amsterdam “a cidade mundial das bicicletas”.

Um passeio de barco pelos canais é uma atração imperdível em Amsterdam.  Com 165 canais, a cidade também é conhecia como a “Veneza do Norte”. E os passeios de barco são bem democráticos: do mais simples ao mais luxuoso, permitindo a todos os turistas conhecerem Amsterdam dessa perspectiva, sendo em um simples barco ou em um jantar à luz de velas.

Outra opção de lazer para desfrutar dos canais de Amsterdam é a prática do Stand Up.  O interessante é que tem gente utilizando a prancha não apenas como esporte, mas também como um meio de transporte, inclusive para ir trabalhar. Mas não dá para ir de terno né? Rs… Eles usam roupas de borrachas e colocam seus pertences em bolsas/sacos à prova d’agua. Além de se livrar do trânsito, exercitam o corpo e ainda relaxam a mente. Bem legal né?

É impossível pensar na Holanda e não lembrar de Tulipas. No The Vondelpark você vai se maravilhar com as tulipasde diversas cores espalhadas por todo o parque, principalmente se for na Primavera. Ah, lembrando que a primavera em Amsterdam é em março, abril e maio.  Mas pra mim, a melhor época para ir em Amsterdam é a que você puder ir. Amsterdam é linda o ano inteiro!

Quem nunca ouviu falar na Red Light District? Ou, para nós brasileiros, bairro da Luz Vermelha. São ruas com casas de shows, teatros, cinemas e as famosas vitrines com mulheres à venda. Tudo no bairro remete ao sexo, inclusive o Prostitution Museum. Em Amsterdam a prostituição é legalizada, as profissionais têm direitos garantidos pelo Governo; inclusive, essa semana, o bairro ganhou a primeira startup de prostituição. Uma curiosidade: o nome Red Light District foi dado no século XIII, quando os bordeis e estabelecimentos eram iluminados por lampiões de luzes vermelhas.

CONSERVATORUIM HOTEL

Não poderia deixar de falar do hotel que fiquei hospedada enquanto estive em Amsterdam. Além dos restaurantes incríveis, que inclusive estarão nas minhas próximas dicas, o local tem uma excelente estrutura, não deixando nada a desejar.

O Conservatoruim Hotel é uma obra-prima arquitetônica, que conjuga um edifício de patrimônio histórico com um design elegante e contemporâneo. Ele tem um extenso e luxuoso Spa onde você encontra diversos tratamentos para o corpo e mente.  Possui ainda a melhor academia – em hotel – de Amsterdam. Para todos os tratamentos e atividades existem especialistas para auxiliar os hóspedes.  O Akasha foi votado como o Spa de luxo número um dos Países Baixos.

O hotel ainda conta com um salão de beleza completo, lojas de luxo onde você encontrará joias, cosméticos, perfumes, relógios, roupas etc. O acesso não é exclusivo para os hóspedes.

Além de tudo o que o hotel pode oferecer, sua excelente localização vai ter proporcionar passeios, a pé, ao Rijksmuseum, Royal Concertgebouw, Stedelijk Museum e o famoso Van Gogh Museum.

No próximo post trarei dicas de gastronomia em Amsterdam, não perca!

 

Você também pode gostar